Direito: será que essa profissão é para mim?

foto

Se você gosta de ler e não teme os livros com mais de 500 páginas, gosta de argumentar e se posicionar a favor de determinada causa e gosta de caprichar no look (entenda-se terno-gravata, ou terninho-para-as-meninas), talvez a carreira jurídica seja para você!

O Direito é um dos cursos mais tradicionais da graduação. O leque de atuação de um profissional formado por esse curso é bem amplo, com oportunidades na área pública e também na área privada. O que isso quer dizer? Que você pode trabalhar num escritório (próprio ou de outro advogado), prestar concurso público e ser um promotor, um juiz ou, então, delegado de polícia!

Não só direitos, mas também deveres

Para se ter sucesso nessa área, é necessário ter dedicação. Além da grade extensa da faculdade, para sair da graduação com a carteirinha de advogado, é necessário prestar a prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), que inclui os conteúdos do curso todo.

Porém, organizar o tempo, dedicar-se nos trabalhos e ter contato com as áreas da profissão por meio de estágio são dicas preciosas para quem quer seguir esse caminho.

E a grana?

Para um advogado recém-formado, o salário inicial é de R$ 2,9 mil. Nos cargos da magistratura (concurso público), os salários variam entre R$23.000,00 mil, para juízes, e R$15.000,00 mil, para delegado de polícia, e, na área particular, podem chegar até R$20 mil por mês.

Onde estudar?

A Universidade de Taubaté (UNITAU) oferece o curso de Direito, que é oferecido em cinco anos. Além das disciplinas em sala de aula, os alunos podem participar de atividades práticas no Escritório de Assistência Jurídica (EAJ), que dá auxílio jurídico para pessoas com renda familiar de até dois salários mínimos mensais para resolver ações e processos jurídicos.

ACOM/UNITAU
Foto: Acervo UNITAU

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *