“Vamos estar evitando” o gerundismo?!

Você certamente já ouviu falar do tal do “gerundismo”, o grande modismo da língua portuguesa que utiliza desnecessária e equivocadamente as locuções verbais.

Muita gente se sente incomodada com a frequência com que ouve frases construídas dessa forma viciosa, por exemplo, “Vou estar lhe encaminhando…”, ou ainda, “Você pode estar ligando para o número…”. Além de ser um desconforto sonoro, a utilização exagerada do gerundismo empobrece o vocabulário e torna a linguagem desmotivadora.

Primeiramente, vamos entender o que é o gerúndio. É uma forma verbal que indica uma ação que não está completa, mas sim, em andamento.  É formada pela partícula “ndo” unida ao verbo. Sua utilização não é um erro, pois trata-se de uma conjugação normal do verbo que serve para descrever algo em pleno desenvolvimento no momento da fala. Já o “gerundismo” tem como estrutura “estar + gerúndio”, que não está de acordo com a gramática normativa, e assim esse uso deve ser impedido para não comprometer a credibilidade do emissor da mensagem.

Para evitar o emprego desse modismo, use o tempo verbal correto – o futuro do presente.  É importante que se faça um constante policiamento das falas perante o público, fato que só pode acontecer com consciência, maturidade e treinamento. Portanto, “vamos estar estudando” para “parar de estar falando”  de forma inadequada.

Ana Cláudia Bohler
COPESA / UNITAU

About the author /


1 Comentário

  1. Silvania

    Gostei da explicação, mas, acho que é importante escrever a frases da forma correta.

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *