Quero seguir na área de informática, e agora?

A área de Tecnologia de Informação (TI) é uma das mais promissoras, e na Universidade de Taubaté (UNITAU) são oferecidos três cursos para quem tem interesse em seguir nessa área: Engenharia de Computação, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Sistemas de Informação.

Há mais de 30 anos formando profissionais, o Departamento de Informática abriga seis laboratórios e parcerias para os alunos já terem contato com o mercado de trabalho ainda na graduação. “Temos empresas instaladas dentro da Universidade, nas quais os alunos podem colocar na prática a teoria vista em sala de aula”, informa a Profa. Dra. Rita de Cássia Rigotti Vilela Monteiro, coordenadora do curso de Engenharia de Computação.

As áreas de atuação são inúmeras. Na Engenharia de Computação, o profissional pode projetar e construir computadores, desenvolver softwares e aplicativos e fabricar hardware. Já o profissional de Sistema de Informação desenvolve processamentos, sistemas de armazenamentos e recuperação de dados. O tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é responsável pelo gerenciamento, pela programação de computadores e pelo desenvolvimento de software e de banco de dados.

O ex-aluno de Análise e Desenvolvimento de Sistemas Jeferson Lesbão está finalizando o curso de Engenharia de Computação neste ano e tem uma grande carreira pela frente, pois ano que vem irá se mudar para Londres, para ser engenheiro de software do Facebook.

“Desde a infância, eu me interessei por computadores. No Ensino Médio, comecei a me questionar como os programas de computador eram feitos e, pesquisando, descobri que era necessário aprender uma linguagem de programação para poder de fato me comunicar com o computador”, informa Jeferson sobre a escolha do curso.

O ex-aluno realizou estágio no Google durante quatro meses, em Belo Horizonte, e, no Facebook, por três meses em Londres, mas o início da carreira foi em sua cidade natal. “Comecei trabalhando na área, fazendo um estágio em uma empresa em minha cidade, Pindamonhangaba. Depois de quase dois anos lá, fui ser estagiário em um dos convênios que a Universidade mantinha dentro do Departamento, em que fiquei por três anos. No ano passado, fiz entrevistas para estágio em Engenharia de software no Google e Facebook e acabei passando”, relata.

“Poder trabalhar em projetos e programas que são usados por um número enorme de pessoas é sem dúvida gratificante. Também, poder trabalhar criando programas semelhantes aos que despertaram minha curiosidade na infância é divertido”, finaliza Jeferson sobre o que mais ama em seu emprego.

Julia Carvalho

ACOM / UNITAU

 

Foto: Arquivo pessoal

About the author /


Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *